Federação Catarinense de Motociclismo

ESPECIAL - Grandes disputas na abertura do
catarinense de velocross em Papanduva
Texto: Reportagem FCM - Fotos: Gerson Coas / FCM

A temporada 2011 do velocross catarinense começou com tudo. Grandes disputas fizeram a alegria do publico que lotou as dependências do Terra Moto Clube, em Papanduva, no domingo, 13 de fevereiro, para acompanhar a abertura de mais uma temporada que tem tudo para ser uma das mais acirradas desses últimos anos.


Largada VX2

 

Nas disputas pelas 12 categorias válidas pelo Catarinense de Velocross, destaque para os duelos entre Leandro Lemos x Luis Felipe Fietz, pelas categorias VX1 e VX2, e Lucas Gadotti x Sebastião da Silva Júnior, pela classe 85cc. Leandro e Lucas levaram a melhor e iniciaram a temporada com vitória, milésimos a frente de Lipe e Sebastião.

VX1

Leandro Lemos e Luis Felipe Fietz eram os grandes favoritos da disputa pela principal categoria do campeonato, a VX1, e não decepcionaram. Os dois pilotos andaram juntos durante toda a prova, disputando volta a volta a liderança da prova e os primeiros 25 pontos do campeonato.


Leandro Lemos#43 e Lipe Fietz #175 protagonizaram as melhores disputas da tarde

 

Leandro, que ainda se recupera da lesão no joelho sofrida em Witmarsum, na última etapa do estadual 2010, largou na frente, enquanto que Lipe, que fez sua estreia na VX1 com uma 450cc, não fez uma boa largada, mas conseguiu chegar rápido no pelotão da frente e encostar no líder. A diferença entre os dois pilotos na pista foi de milésimos durante todo o tempo, Lipe conseguiu a ultrapassagem, mas Lelê logo recuperou a posição, e sempre se defendendo dos ataques de Lipe, cruzou a chegada milésimos a frente de Lipe, que ficou com a segunda colocação. “Foi um final de semana muito bom, talvez o mais importante da minha carreira, porque vim de uma lesão muito séria no joelho, e, ainda em recuperação participar de uma prova tão disputada, desse nível, e vencer, é muito bom e me deixa muito feliz”, comentou Lelê.


Lelê

 

“Foi minha primeira prova de 450cc. Nos treinos da manhã fiz o recorde da pista, e estava bastante confiante, mas corrida é assim! Larguei mal, cheguei no primeiro colocado, dei tudo ou nada, ultrapassei, acabei errando, e esse erro me custou a prova, mas tenho certeza que da próxima vez vai dar tudo certo e vou conseguir a vitória”, resumiu Lipe.


Lipe

 

Milton Jonathas Hobus, Avacir Chaves e Admilton Farias completaram as cinco primeiras posições da prova.

VX2

Na VX2 o duelo entre Lelê x Lipe se repetiu, e ainda com mais intensidade. Os dois pilotos, novamente, disputaram lado a lado, cada volta em busca da vitória. Leandro largou na frente com Lipe logo em seguida. Lipe pressionava muito enquanto Leandro só se defendia. Lipe chegou a ultrapassar, mas cometeu um erro e entregou a primeira posição para Lelê, que não desperdiçou a chance e venceu a segunda do dia. “O Lipe estava com uma moto um pouco mais forte, então eu usei a estratégia de me defender e fazer as curvas só por dentro, deixando o lado de fora para ele. A pista estava lisa, escorregadia, então eu usei essa estratégia e deu certo, sai com a vitória e com a liderança”, explicou o vencedor.


LIpe #175 e Lelê #4

 

VX3


Largada VX3

 

Quem largou na frente da categoria VX3 foi Avacir Chaves, o Nenê, com o atual campeão da categoria, Braz dos Santos, logo atrás. Nenê ficou algumas voltas na frente, mas não segurou a pressão de Braz, que vinha forte na segunda colocação, e acabou assumindo a ponta da disputa. “O Brazinho anda muito forte. No treino da manhã já fez o melhor tempo e eu, o segundo. Não consegui manter a primeira posição, o Brazinho vindo atrás me passou e abriu, tentei colar na traseira, mas não deu, fiquei com a segunda posição, o que também é um resultado muito bom para início de campeonato”, resumiu Nenê.


Avacir Chaves

 

Braz venceu a prova e saiu na frente na disputa por mais um título da categoria. “Abertura do campeonato é sempre uma expectativa nova. Estou andando a vários anos, mas sempre a primeira etapa, início de campeonato é muito difícil. Sempre é importante largar bem, fiz um bom treino de manhã, larguei em segundo, depois passei o Nenê. Foi uma briga muito bonita na pista, o Nenê é um amigão, e estou muito feliz em poder participar mais um ano desse campeonato”, disse Braz.


Braz dos Santos

 

Charles Voigt, Juarez Barboza e Carlos Alberto Moeller completaram o pódio da categoria.

Força Livre Nacional e Nacional 300cc

João Batisti de Sisti Júnior começou a temporada com duas vitórias: a primeira na Nacional 300cc e a segunda na Força Livre Nacional. “Comecei bem a temporada, apesar de cansativo, consegui duas vitórias e sai na frente na disputa pelos títulos das categorias”, comentou João.


João Batista

 

Guilherme Pereira, Thomaz Fischer Jahn, Ricardo Malakoski e Jamesson Wacelkoski completaram o pódio da Força Livre Nacional, e Wandrey Niels, Guilherme Pereira, Felipe Baum e Thomaz Jahn, completaram os cinco primeiros da Nacional 300cc.

Nacional 230cc Pró, Nacional 230cc Estreante, Nacional Máster e Nacional 150cc

O atual campeão da categoria Nacional 230cc Pró, Eduardo Leobet, venceu a primeira da temporada e sai na frente na disputa pelo título da temporada 2011. “Tive uma boa largada, mantive o ritmo, e sai com os primeiros 25 pontos da temporada”, comentou Eduardo.


Eduardo Leobet

 

Wandrey Niels, Edinilson Batista, Braz dos Santos e João Batista de Sisti Júnior completaram o pódio da categoria.

Pela categoria Estreante, quem saiu na frente foi Leonardo Anzolin, que finalizou a prova seguido de Vinicius Rosa, Bruno Tomio, Luis Henrique Roling dos Santos e Mateus Bankhardt.


Leonardo Anzolin

 

Pela Nacional Máster, vitória de Marcelo Hamman seguido por Ademar Boettcher, Carlos Roberto Pereira, Maysa Pianezer e Délcio Tomio.


Marcelo Hamann

 

Gean Carlos da Silva venceu a categoria Nacional 150cc seguido de Ralf Schaefer, Raulino Torrens Neto, Gervásio Frutuoso e Rafael Teske.


Gean Carlos da Silva

 

85cc, 65cc e Mini motos

A prova da categoria 85cc mostrou que a garotada não está para brincadeira. Lucas Gadotti e Sebastião da Silva Júnior andaram como “gente grande” e deram um show na pista do Terra Moto Clube, na disputa pela primeira vitória da temporada.

 

Lucas e Sebastião colocaram um ritmo forte desde o início da prova e andaram isolados na frente. Os dois pilotos se revezaram na ponta da disputa e cruzaram a chegada com milésimos de diferença, com vantagem para Lucas que conquistou os primeiros 25 pontos da temporada. “Foi uma ótima corrida. Eu e o Juninho travamos uma disputa muito boa. Foi a cada volta, a cada curva e a cada freada, ele vinha do lado e eu tentando me defender, até que na última volta ele me passou na curva lá atrás e na curva da chegada retribui por dentro e consegui a ultrapassagem na linha de chegada. Foi suado, mas consegui a vitória”, resumiu Lucas.


Lucas Gadotti #11 e Sebastião da Silva Júnior #15

 

“Não tenho nem palavras para falar dessa corrida. O Lucas é um piloto muito defensivo, ele se defende muito bem nas curvas, precisa usar a cabeça e ser muito esperto para passar ele. Eu consegui passar ele na curva, ele retribuiu por dentro, aí lá em cima passei ele de novo, mas tinha retardatário, tive que tirar um pouco a mão, ele veio e me venceu por poucos metros”, concluiu Sebastião.


Leonardo de Souza, terceiro na 85c

 

Completaram o pódio Leonardo de Souza, Amabilly Cardoso e Igor Poffo Nau.

Pela 65cc, João Alfonso Claudino dos Santos levou os primeiros 25 pontos da categoria, seguido por Roberto Pereira, Diego Hening da Silva, Vinicius Lamonatto e Lucas José Nascimento.


João Alfonso #18 e Roberto Pereira #14

 

Pela Mini Motos, vitória de Rian Fischer seguido de José Ribeiro Martins, Tayline Boettcher, Ruan Ribeiro de Castro e Carlos Augusto Gervasi.


Rian Fischer

 


José Ribeiro Martins

 

A próxima etapa do Catarinense de Velocross será em Witmarsum, nos dias 19 e 20 de março, e será válida também pela abertura do Sul-Brasileiro de Velocross.

Confira os cinco primeiros colocados de cada categoria

VX1
1º Leandro Matos Lemos
2º Luís Felipe Fietz
3º Milton Jonathas Hobus
4º Avacir Chaves
5º Admilton Farias

VX2
1º Leandro Matos Lemos
2º Luís Felipe Fietz
3º Milton Jonathas Hobus
4º Admilton Farias
5º Johann Antonio Chupel

VX3
1º Braz dos Santos
2º Avacir Chaves
3º Charles Voigt
4º Juarez Barboza
5º Carlos Alberto Moeller

Força Livre Nacional
1º João Batista de Sisti Junior
2º Guilherme Pereira
3º Thomaz Ramonn Fischer Jahn
4º Ricardo Malakoski
5º Jamesson Rafael Wacelkoski

Nacional 300cc
1º João Batista de Sisti Junior
2º Wandrey Niels
3º Guilherme Pereira
4º Felipe Baum
5º Thomaz Ramonn Fischer Jahn

Nacional Máster
1º Marcelo Hamann
2º Ademar Werner Boettcher
3º Carlos Roberto Branco Pereira
4º Maysa Pianezer
5º Delcio Tomio

Nacional 230cc
1º Eduardo Leobet
2º Wandrey Niels
3º Edinilson Batista
4º Braz dos Santos
5º João Batista de Sisti Junior

Nacioal 230cc Estreante
1º Leonardo Anzolin
2º Vinicius Rosa
3º Bruno Tomio
4º Luiz Henrique Roling Santos
5º Mateus Bankhardt

Nacional 150cc
1º Gean Carlos da Silva
2º Ralf Schaefer
3º Raulino Torrens Neto
4º Gervasio Frutuoso
5º Rafael Rubens Teske

85cc
1º Lucas Agostini Gadotti
2º Sebastiao da Silva Junior
3º Leonardo de Souza
4º Amabilly da Silva Cardoso
5º Igor Poffo Nau

65cc
1º Joao Alfonso Claudino dos Santos
2º Roberto Pereira
3º Diego Heining da Silva
4º Vinicius Lamonatto
5º Lucas Jose Nascimento

Mini Motos
1º Rian Fischer
2º Jose Ribeiro Martins
3º Tayline R. Boettcher
4º Ruan Ribeiro de Castro
5º Carlos Augusto Gervasi

Apoio:

FCM

Federação Catarinense de Motociclismo

Rua Comandante José Ricardo Nunes, 79
Capoeiras - Florianópolis - SC - 88070-220
Fone: (48) 3248-1950 Fax: 3348-8681
Email: fcm.sec@gmail.com

2001-2015 Todos os direitos reservados - Proibida reprodução do conteúdo sem autorização.