Federação Catarinense de Motociclismo

Gringos ditam ritmo no Beto Carrero World
e vencem segunda etapa do Arena Cross
Texto: Divulgação - Fotos: Luis Bueno/MotoX

Largada MX2

 

Apesar do frio de Penha (SC), palco da segunda etapa do Arena Cross, o que se viu nesta noite de sábado (17), na pista montada no Beto Carrero World, foram disputas quentes. E sob os olhares do público, que compareceu em bom número e agitou as arquibancadas e camarotes, dois estrangeiros dominaram as corridas: Adam Chatfield, na MX Pró, com vitórias nas duas baterias; e o português Paulo Alberto, vencedor da MX2.

Entre a garotada, a jovem sensação da modalidade no Brasil, Enzo Lopes, venceu a prova da Júnior e assumiu a liderança da categoria. Renan dos Santos e Diogo Nascimento conquistaram a vitória na 65cc e 50cc, respectivamente, e lideram a classificação geral das classes.

A terceira etapa do Arena Cross ocorre daqui três semanas, no dia 7 de setembro, em Goiânia (GO).

1ª Bateria MX Pró - Apesar de ótima largada, Adam foi superado na sequência pelo português Joaquim Rodrigues, que liderou a prova em grande parte. Wellington Garcia, até então terceiro, foi ultrapassado pelo espanhol Carlos Campano. Minutos depois, na aterrissagem de um salto, Campano caiu e perdeu posições. Em ótima recuperação, finalizou em terceiro.


Adam Chatfield

 

Já Adam, que a todo instante perseguia o português, superou o concorrente na parte final da prova. Foi a primeira vitória do inglês na temporada. Joaquim terminou em segundo.

2ª Bateria MX Pró – Adam foi para ponta logo após a primeira curva. No entanto, Joaquim deu o troco mais uma vez. Wellington Garcia era o terceiro, seguido de Carlos Campano.


Joaquim Rodrigues

 

Durante a prova, Adam e Joaquim proporcionaram grandes pegas. Os pilotos, que treinam juntos em Indaiatuba (SP), deixaram a amizade de lado e cada um lutou muito pela vitória. Mais uma vez, o inglês deu um gás no final e venceu. Joaquim finalizou em segundo, garantindo a terceira colocação no campeonato. Wellington Garcia completou em terceiro. "Eu e o Joaquim somos amigos, mas na pista isso fica de lado. Foram ótimas corridas e consegui me impor", destaca Adam, líder da categoria com 68 pontos.

Já Campano, que vinha crescendo na corrida, sofreu uma queda e teve que fazer nova prova de recuperação. Com o quarto lugar na etapa, o espanhol chegou aos 68 pontos, mesma pontuação de Adam, que lidera a MX Pró pelo critério de desempate.

MX2 - Em mais uma prova sólida, Paulo Alberto comandou as ações. Após o holeshot, o português venceu a bateria sem dificuldades e manteve o 100% de aproveitamento no campeonato. “Fiz o holeshot e consegui controlar a corrida. Tive que ter muita atenção, pois havia muito retardatário. Qualquer erro iria custar a minha vitória”, coloca o líder com 40 pontos.


Paulo Alberto

 

Enquanto isso, Rafael Faria, atual campeão da categoria, tinha trabalho para segurar a segunda posição, pois o catarinense Anderson Cidade, de São José, o pressionou. No fim, Faria finalizou em segundo e se recuperou no campeonato, alcançando o sexto lugar com 23 pontos. Já Cidade teve problemas com a moto nas voltas finais e completou apenas em quinto. O paulista Thales Vilardi foi ao pódio com a terceira posição.

 Júnior - De ponta a ponta, o gaúcho Enzo Lopes conquistou a vitória e assumiu a liderança da Júnior com 35 pontos. A segunda colocação foi definida em disputa acirrada entre Vitor de Almeida e Leonardo de Souza, que se revezaram na posição. Vitor levou a melhor e se manteve em segundo na classificação geral com um ponto atrás do líder. “Consegui fazer uma boa largada e manter a liderança. Pretendo seguir assim no Arena Cross e vencer a competição”, comenta Enzo Lopes.


Enzo Lopes

 

65cc - Leonardo Cassarotti fez boa largada, mas não manteve a dianteira. Seu xará, Leonardo Nunes, o ultrapassou e assumiu o primeiro lugar. Renan dos Santos demorou um pouco para “entrar” na prova, mas na metade já era o segundo. Com três minutos para o fim, Nunes cometeu um erro na entrada de uma curva e foi ultrapassado por Renan. O novo líder manteve a posição e venceu. “Não fiz uma boa largada, mas me recuperei. Consegui dar um ‘tiro’ no fim e ultrapassei o Nunes”, afirma Renan, que se isolou na liderança com 40 pontos.


Renan dos Santos

 

50cc - Após confusão na largada, com queda de vários pilotos, Diogo Nascimento disparou na liderança e seguiu na frente até a vitória. "Estou muito feliz porque consegui ganhar e vou continuar treinando para as próximas", diz o paulista, que lidera a competição com 37 pontos. O goiano Marcello Leodorico e o gaúcho Gabriel Andrigo, vencedor da primeira etapa, brigavam pelo segundo lugar. Marcello caiu na última volta e ficou com a terceira posição, deixando o segundo lugar para Gabriel, que tem o mesmo número de pontos do líder, mas perde no critério de desempate (Diogo foi o vencedor da última prova).


Diogo Nascimento

 

O Arena Cross 2013 é apresentado pela Honda, tem patrocínio de Mobil, Governo de Santa Catarina, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte e Fesporte; co-patrocínio de Pirelli, Yamaha, Bieffe Racing, Consórcio Nacional Honda, Iveco, Monster Energy, XMotos e IMS Racing. Apoio do Beto Carrero World, Prefeitura de Penha, A Revista da Moto!, rádio Transamérica FM e CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo).

Apoio:

FCM

Federação Catarinense de Motociclismo

Rua Comandante José Ricardo Nunes, 79
Capoeiras - Florianópolis - SC - 88070-220
Fone: (48) 3248-1950 Fax: 3348-8681
Email: fcm.sec@gmail.com

2001-2015 Todos os direitos reservados - Proibida reprodução do conteúdo sem autorização.