Federação Catarinense de Motociclismo

Após segundo dia Cascaes e Crema mantem-se
entre ponteiros das suas classes
Texto: Divulgação / Reportagem FCM

Cascaes é o vice-líder da Production Aberta (foto: Marcelo Maragni/Mundopress)

Nesta segunda-feira, 3 de agosto, Guilherme Cascaes foi o mais rápido entre os catarinenses no percurso de 334,97 km (156,73 de trechos cronometrados), válido pela segunda etapa do Rally dos Sertões 2015. Retas de até 5km e alta velocidade marcaram o roteiro.

Cascaes foi o sexto colocado na etapa com o tempo de 1h23min18seg, mantendo o quinto lugar no ranking das motos e a vice-liderança da Production Aberta.

"Fiz um tempo bom, muito perto do quarto colocado (16 segundos de diferença). Andei num ritmo forte, mas fui um pouco prejudicado a partir do quilômetro 100 da especial, quando fiquei atrás de outro piloto e não consegui ultrapassar por causa da poeira. Perdi tempo, mas estou contente. Vou tentar manter o ritmo até o fim. A moto está perfeita", comentou Cascaes.

Ricardo Martins (categoria Production Aberta) completou o dia com o 11º melhor tempo (1h32min04seg), mesmo tendo sofrido com problemas na bomba de combustível. O piloto catarinense também lamenta as penalidades que recebeu no domingo, o que lhe fez perder posições na classificação.

"Parece que estou com uma maré de azar. Hoje deu problema na bomba de combustível, no chicote, e a moto ficou falhando. Mas consegui completar e agora preciso espantar essa maré de azar. Ontem  fui penalizado porque me desconcentrei com o problema de combustível e tudo mais. Mudaram as configurações de radar e muita gente tomou penalização. Acontece, mas preciso recuperar", disse Martins.


Crema é o vice-líder da Marathon (foto: Ricardo Leizer/Mundopress)

Daniel Crema fechou o dia com a 15ª melhor marca (1h38min08seg), mas teve seu tempo corrigido pela organização por ter parado para ajudar um adversário que estava caído. "Andei tranquilo, mas teve um acidente na minha frente e eu tive que parar para ajudar, chamar o resgate. Muita gente me passou nesta hora e depois tive que andar na poeira, o que prejudicou meu desempenho ", analisou Crema. Com os ajustes Crema passou para a nona colocação, ocupando a 10ª colocação na classificação geral, além de vice-liderança da categoria Marathon.

Com o tempo de 1h38min47 Elígio Schimitt ficou em 17º no geral desse segundo dia, passando a ocupar a 30ª colocação na classificação geral.

Nesta terça-feira, 4, a terceira etapa será também em solo goiano, partindo da cidade de Itumbiara rumo à São Simão, com 503 Km de percurso total e a especial mais longa até aqui, com quase 300 Km de trecho cronometrado.

Apoio:

FCM

Federação Catarinense de Motociclismo

Rua Comandante José Ricardo Nunes, 79
Capoeiras - Florianópolis - SC - 88070-220
Fone: (48) 3248-1950 Fax: 3348-8681
Email: fcm.sec@gmail.com

2001-2015 Todos os direitos reservados - Proibida reprodução do conteúdo sem autorização.