Federação Catarinense de Motociclismo

Prova de Canoinhas é marcada pela competitividade
Texto e fotos: Gerson Coas - Reportagem FCM

Largada da VX2

O equilíbrio nas disputas foi a tônica em grande parte das baterias válidas pela segunda etapa do Campeonato Catarinense de Velocross, realizadas nesse domingo, 13, em Canoinhas. Seja no duelo pela liderança da VX2 entre Lucas Gadotti e Markolf Berthold, no outro da Nacional 230cc Pró entre Maicon Kraemer e Jeferson Gardini, ou ainda entre os garotos da Júnior, Carlos Gervasi, Matheus Zolet e Anthonny Gervásio, sem falar no troca troca de colocações da Nacional 160cc, todos os confrontos mostraram mais uma vez o elevado nível técnico dos competidores do velocross catarinense.

Somando-se a isso, a pista do Parque de Exposições Ouro Verde – além de receber um bom tratamento durante o decorrer da programação, já está há pelos menos cinco anos sem grandes mudanças, o que também é positivo. Curvas largas e com apoios firmes e altos permitiam aos pilotos alternarem suas linhas, propiciando brigas lado a lado e belas ultrapassagens.


Zimermann promete voltar com o tradicional "5" na próxima etapa

VX1 – Na principal categoria do Velocross Luiz Zimermann voltou ao topo do pódio na sua primeira prova fora da equipe Motos Neno. “Entrei numa nova fase agora. Saí da equipe Motos Neno Yamaha depois de quase cinco anos, e por enquanto estou sem moto. Hoje corri com uma emprestada que é o Tuti (Hessmann) da Acimatec, e com o apoio da Academia Equilibrium, Stocovich Design e Haley Graficos. A pista estava excelente. Eu não consegui treinar muito com a moto porque o dono dela corre na VX3/VX4 e o treino acontece junto com a VX1. Ou seja, no total dei sete voltas antes de largar, mas graças a Deus deu tudo certo e conquistei a vitória”, finalizou Zimermann que pretende voltar a usar o numeral 5 já na próxima etapa.


Dito conseguiu a volta mais rápida do fim de semana

A segunda colocação ficou com Dito Batista que fechou a primeira volta na quinta colocação, mas imprimiu um ritmo forte, ficando a 4,3” do vencedor. “Aqui na VX1 fiz uma prova de recuperação. Larguei lá pra trás, mas vim buscando, fiz a melhor volta do fim de semana (1`00”664) e no final cheguei perto do Priminho (Zimermann).  Gadotti ficou em terceiro, seguido de Luciano Boca e Osmair Cipriani em quinto.


Boca #41 e Gadotti disputaram a terceira colocação

Pódio da VX1

VX2 - Lucas Gadotti mostrou que está ganhando maturidade na pista. Mesmo durante o calor da disputa pela liderança com experiente Markolf, ele soube dosar a sua reação e retomar o primeiro lugar.


Gadotti é o líder da VX2

"Foi um dos finais de semana mais difíceis que eu já passei. Tive uma forte queda ontem (sábado), fui para o hospital, felizmente sem fratura, mas com ligamentos e nervos um pouco prejudicados. Hoje pela manhã passei por uma sessão de fisioterapia e iria andar só para conquistar alguns pontos. Mas na hora que baixou o gate a emoção tomou conta e consegui larga de ponta e administrar a prova. Deixei a moto apagar no meio da bateria, perdi a posição para o Markolf, mas dei o troco e consegui vencer a bateria e conquistar a pontuação máxima para o Campeonato", relatou Lucas.


Disputa pela liderança da VX2 entre Gadotti e Markolf

Markolf sentiu o gostinho da vitória na bateria da VX2

Markolf ficou com a segunda colocação, enquanto Fabiano Bernardo que largou em sexto, terminou em terceiro. Luciano Battistella Jr. ficou em quarto e Sebastião Jr. em quinto.


Pódio da VX2

VX3 e VX4 – Ao contrário de Blumenau quando as classes 3 e 4 largaram separadas por conta do grande número de participantes, dessa vez elas puderam largar juntas. No geral, vitória de Bráz dos Santos após mais um duelo com Elvis Schmitz.


Braz e Elvis disputaram a liderança...

... até a linha de chegada.

“Graças a Deus deu tudo certo. Foi uma boa disputa com o Élvis do início ao fim. Foi apertada a chegada, mas felizmente consegui o primeiro lugar”, resumiu Braz que lidera as duas categorias.


O local Sérgio Mokva Jr ficou em 3º na VX3

Pela VX3 o terceiro colocado foi piloto da casa Sérgio Mokva Jr, enquanto na VX4 Leonardo Starke foi o segundo e Cleonisio Hessmann terminou em terceiro.


Pódio da VX3

Intermediária Especial – 15 pilotos largaram para os 12 minutos mais duas voltas da classe Intermediária Especial. Na chegada Fabiano Bernardo cruzou em primeiro com apenas 219 milésimos de vantagem sobre Lucas da Silva. “Felizmente consegui sair na frente e aí foi só administrar”, disse Fabiano.


Fabiano Bernardo

Gabriel Menestrina, Matheus Zolet e Thiago Winiarski fecharam as cinco primeiras colocações, sendo que Thiago ficou a 8”08 do vencedor.


Pódio da Intermediária Especial

Nacional Força Livre - Dito Batista largou na frente, fez a melhor volta da prova e só foi oportunado por Eduardo Branco, segundo colocado na bateria.


Largada da Força Livre Nacional

“Fiz uma bela prova. A moto estava muito forte, acertada, enfim, o equipamento ajudou e hoje eu estava também no meu dia adequado para acelerar”, disse o vencedor, que também lidera a categoria com 50 pontos contra 44 de Branco e 40 de Jackson Carniel, quarto colocado na bateria.


Dito #100 e Branco #31 na volta final da bateria

Nacional 230cc Pró – Preparo físico e o fator surpresa foram fundamentais para a vitória de Jeferson Gardini na Nacional 230cc Pró.


Gardini largou na 4ª colocação e venceu na Nac 230cc Pró

Branco terminou a bateria em terceiro

“Não consegui fazer uma boa largada, se não tiver enganado fechei a primeira volta em quarto. Tive um pouco de dificuldade para passar o terceiro e o segundo, mas isso ainda foi meio que no começo, depois fui atrás do Maicon que era o primeiro colocado. Mas ele mantinha um ritmo muito forte, mas no final eu senti que estava bem fisicamente, consegui tirar a diferença a fazer a ultrapassagem na última volta”, relatou Gardini que também lidera o campeonato com 50 pontos.


Kraemer liderou da primeira a última volta...

... quando foi superado por Gardini

Maicon Kraemer confirmou que sentiu um pouco os braços travados nas voltas finais, e que não esperava um ataque tão rápido. Porém, acredita que pode dar trabalho nas próximas etapas e pode brigar pelo campeonato. Ele está na vice-liderança com 44 pontos, seguido de Eduardo Branco com 36 pontos.


O piloto da casa Rafael Weifurter terminou em quarto

Pódio da Nac 230cc Pró

Nac 230cc Estreante – Três pilotos do Oeste catarinense dominaram a categoria 230cc Estreante. Gean Pompeo da Silva venceu de ponta a ponta, seguido de muito perto por Carlos Schafer e Jaime Mendes. “Foi uma bela corrida. Larguei de ponta e segui liderando até o final. A gente vem trabalhando a bastante tempo, muito treino, mas aqui tem muito concorrente bom. Foi uma ótima corrida e esta é uma das melhores pistas de Santa Catarina”, falou Gean. 


Gean Pompeo da Silva largou na frente na 230cc Estreante


Pódio da Nac 230cc Estreante

 Nacional 160cc – Maykon Correa foi o vencedor da classe Nacional 160cc, bateria que teve mudanças de colocações a cada volta.


Nacional 160cc teve trocas de colocações a cada volta

Maykon Correa

“Essa foi sem folga para niguém... Sim, estou com bastante preparo físico e isso fez a diferença. Larguei em quarto lugar e fui conseguindo as ultrapassagens. Motinho boa. Mas todos os concorrentes estão muito bem, todos muito parelhos, mas dessa vez que conseguiu ganhar fui eu”, finalizou o ganhador que também lidera o certame com 50 pontos.  O segundo colocado foi Marlon Mohr, seguido de Ralf Schaefer, Thiago Pereira e Gean Carlos da Silva.


Marlon Mohr

Pódio da Nacional 160cc

Nac 230cc Standart – Nessa categoria vitória do piloto da casa Rafael Weinfurter. “Larguei bem e segui em frente no meu ritmo. Moto standart não tem muito o que fazer. É entrar nas curvas embalado, ser perder velocidade e errar o menos possível. Quero ver nas próximas etapas”, disse Rafael que assistiu, mas não competiu na abertura em Blumenau. Fernando Tironi que ficou em segundo, lidera o campeonato com 44 pontos.


Pódio da Nacional 230cc Standart

VX3 e VX4 Nacional – Wandrey Niels foi o vencedor da bateria que reúne as duas categorias.


VX3 Nac e VX4 Nac

Pódio da VX3 Nac

Largando em segundo, Wandrey logo assumiu a liderança da corrida e venceu. “Na verdade tive problemas hoje. Troquei de equipe a pouco tempo e a moto que eu iria correr deu um probleminha no câmbio. Consegui pegar uma moto emprestada e na corrida me adaptei rapidamente e logo consegui assumir a liderança. No final do dia a pista estava muito aderente, muito rápida”, disse ele que divide a liderança do certame da VX3 Nacional (47 pontos) com Guto Reinert, segundo colocado na prova. Itamar Bourscheidt foi o vencedor da classe VX4, que também é líder com 50 pontos.


Pódio da VX4 Nac

Júnior

Júnior – Carlos Gervasi e Matheus Zolet disputaram a liderança da bateria da primeira a nona volta, tirando aplausos do público. Ao perceber a aproximação de Anthonny Gervásio, Zolet forçou muito na curva da reta de chegada e acabou escorregando de frente, possibilitando que Carlos e Anthonny duelassem nas três voltas finais.


Carlos Gervasi #345 e Matheus Zolet #183

Zolet acabou caindo faltando três voltas para o final

Anthonny venceu a categoria Júnior...

Anthonny assumiu a dianteira ao receber a placa de duas voltas para o final e seguiu para comemorar mais uma vitória. Ele lidera a categoria com 45 pontos contra 41 de Vinicius Lamonato.


Pódio da Júnior

65cc - Nessa que é a sua categoria principal, Anthonny conquistou mais uma vitória, liderando o certame com 50 pontos.. Erik Mateus Caetano e Ruan Ribeiro de Castro dividem a vice-lideranca com 40 pontos.


... e também a 65cc

Pódio da 65cc

Minimotos -  Vitor Hugo de Borba saiu na frente na bateria da minimotos. Porém, Mateus Bonetti atacou na segunda volta, tomou a dianteira da bateria e acelerou rumo a quadriculada. Vitor lidera a classificação com 47 pontos, seguido de Kauã Kannenbelg com 45.


Pódio da Minimotos

O Campeonato Catarinense de Velocross conta com o apoio da Borilli Pneus, Grupo Geração, Motoshop, Motos Neno, Destak Transportes e H-Parts.

Acesse aqui os resultados da 2ª etapa do Catarinense de Velocross

Classificação após duas etapas

Categoria VX1
1º) Luiz Henrique Zimmermann - 45 pts
2º) Lucas Agostini Gadotti - 45 pts
3º) Edinilson Batista - 44 pts
4º) Luciano de Oliveira - 36 pts
5º) Osmair Cipriani - 32 pts

Categoria VX2
1º) Lucas Agostini Gadotti - 50 pts
2º) Sebastiao da Silva Junior - 32 pts
3º) Alison de Souza - 26 pts
4º) Osmar Jose Marcon Junior - 24 pts
5º) Markolf Berchtold - 22 pts

Categoria VX3
1º) Braz dos Santos - 50 pts
2º) Elvis Augusto Schmitz - 42 pts
3º) Jose Almir da Lus - 35 pts
4º) Leandro Matos Lemos - 22 pts
5º) Mirko André dos Santos - 18 pts

Categoria VX4
1º) Braz dos Santos - 50 pts
2º) Cleonisio Luis Hessmann - 40 pts
3º) Mirko André dos Santos - 32 pts
4º) Osmar Jose Marcon - 32 pts
5º) Maurecir Mafra - 28 pts

Categoria Intermediária Especial
1º) Fabiano Bernardo - 50 pts
2º) Lucas Rodrigo da Silva - 40 pts
3º) Alisson Baron da Silva - 33 pts
4º) Bruno Felipe Hodecker - 30 pts
5º) Alison de Souza - 30 pts

Categoria Nacional Força Livre
1º) Edinilson Batista - 50 pts
2º) Eduardo Correia Branco - 44 pts
3º) Jackson Henning Carniel - 40 pts
4º) Leonardo Berkenbrock - 32 pts
5º) Everton Junior Stracke - 24 pts

Categoria Nacional 230cc 4T PRÓ
1º) Jeferson Gardini - 50 pts
2º) Maicon Júnior Kraemer - 44 pts
3º) Eduardo Correia Branco - 36 pts
4º) Jean Andrey Grosskopf - 33 pts
5º) Carlos Samuel Schafer - 29 pts

Categoria Nacional VX3
1º) Wandrey Niels - 47 pts
2º) Jose Augusto Reinert - 47 pts
3º) Itamar Rodeski Bourscheidt - 36 pts
4º) Jose Almir da Lus - 31 pts
5º) Adriano Pupp - 30 pts

Categoria Nacional VX4
1º) Itamar Rodeski Bourscheidt - 50 pts
2º) Gian Mastroiani Reinert - 40 pts
3º) Moacir Santo Esidio - 40 pts
4º) Adriano Pupp - 38 pts
5º) Marcos Luciano Sabedott - 18 pts

Categoria Nacional Estreante 230cc 4T
1º) Gean Telmo Pompeu da Silva - 50 pts
2º) Carlos Samuel Schafer - 44 pts
3º) Jaime Mendes - 38 pts
4º) Anderson Lucas Nunes da Silva - 35 pts
5º) Luan de Paula - 29 pts

Categoria Nacional Standard 230cc
1º) Fernando Daniel Tironi - 44 pts
2º) Mateus Hellinger - 36 pts
3º) Raulino Torrens Neto - 30 pts
4º) Andre Eduardo Kammer - 26 pts
5º) Jean Carlos Tironi - 26 pts

Categoria Nacional 160cc 4T
1º) Maykon Correa - 50 pts
2º) Ralf Schaefer - 42 pts
3º) Thiago Pereira - 38 pts
4º) Marlon Morsch Mohr - 37 pts
5º) Gean Carlos da Silva - 30 pts

Categoria Júnior
1º) Anthonny Jose Gervasio - 45 pts
2º) Vinicius Lamonatto - 41 pts
3º) Carlos Augusto Gervasi - 37 pts
4º) Caue Kepler Pauli da Silva - 36 pts
5º) Bruno Amandio Vicente - 29 pts

Categoria 65cc
1º) Anthonny Jose Gervasio - 50 pts
2º) Erik Mateus Caetano - 40 pts
3º) Ruan Ribeiro de Castro - 40 pts
4º) Vinicius Boing - 34 pts
5º) Vitor Hugo Jarosczevski de Borba - 30 pts

Categoria Mini-motos
1º) Vitor Hugo Jarosczevski de Borba - 47 pts
2º) Kauã Kannenbelg - 45 pts
3º) João Eduardo Kornaski - 42 pts
4º) Davi Greuel Hochapfel - 34 pts
5º) Victor Hugo da Silva Pereira - 31 pts

 

Apoio:

FCM

Federação Catarinense de Motociclismo

Rua Comandante José Ricardo Nunes, 79
Capoeiras - Florianópolis - SC - 88070-220
Fone: (48) 3248-1950 Fax: 3348-8681
Email: fcm.sec@gmail.com

2001-2015 Todos os direitos reservados - Proibida reprodução do conteúdo sem autorização.