Federação Catarinense de Motociclismo

Bomba vence o Enduro das Neves, mas Jomar
fica com o título do Brasileiro de 2016
Texto: Reportagem FCM - Fotos: Rafael Cunha / Enduro das Neves

Jomar Grecco conquistou por antecipação o título de campeão Brasileiro na máster

Se tivesse sido combinado com São Pedro, talvez, não daria tão certo. O fato é que o Enduro das Neves 2016 contou com todos os ingredientes para torná-lo uma prova exigente, técnica e desafiadora. Ao final de dois dias e quase 300 km de percurso,  o paranaense Emerson “Bombadinho” Loth conquistou a vitória no geral. Em segundo ficou o seu principal oponente, o capixaba Jomar Grecco que conquistou pontos suficientes para assegurar o bicampeonato Brasileiro de Enduro de Regularidade com uma rodada de antecedência.  A 10ª edição do Enduro das Neves, além de valer pela 13ª e 14ª etapas do Brasileiro, também contou pontos para os Campeonatos Sul Brasileiro e Catarinense, e para a Copa MTC.

O Enduro das Neves e da lama


No sábado pela manhã, tudo bem... depois veio a chuva e esfriou muito!

Não bastasse a chuva que assolava toda a região Sul, a prova realizada nesse fim de semana  (19 a 21/ago) que teve como base a cidade de Braço do Norte, coincidiu com a chegada de uma massa de ar polar. Tanto é que essa combinação de alta umidade e temperaturas baixas proporcionou no domingo a formação de neve em Urubici, município da Serra Catarinense a cerca de 50 km de distância de Braço do Norte.

Disputando diretamente com Jomar desde 2013 quando foi campeão pela primeira vez, Bomba precisava ganhar a prova e contar com um resultado desfavorável  do capixaba para se manter vivo na disputa pelo título Brasileiro. O paranaense fez a sua parte com dois segundos lugares e a vitória no geral, mas Jomar ficou logo atrás, com dois terceiros lugares nas etapas e a segunda colocação geral da prova.  “Deu tudo certo. A prova foi muito difícil, com trechos rápidos e extremamente técnicos nos dois dias de disputas. A chuva castigou e deixou o desafio ainda mais pesado”, disse Bombadinho.


Bombadinho fez a sua parte e venceu a prova no geral

Empatados em pontos ganhos, em terceiro ficou o catarinense Dirlanio Lembeck  (7º e 1º nas etapas) e o gaúcho Erasmo Klering (1º e 7º nas etapas) ficou em quarto no geral. O também paranaense Jony Jachtchechen completou o pódio na quinta colocação.

Pelo Campeonato Catarinense Dirlânio obteve 100% de aproveitamento, mantendo-se na briga pelo título, já que seus dois concorrentes diretos – Lucas Goulart e Israel Westphal - somaram pontos como organizadores.  Dirlânio assuumiu a segunda colocação na classificação geral.


Dirlânio foi o melhor catarinense da máster

O pódio da Sênior ficou divido entre os pilotos da casa e os gaúchos. O catarinense Fernando da Rosa foi o vencedor no geral com o primeiro e o terceiro lugares nas etapas, seguido por Paulo Cesar de Oliveira que ficou na segunda colocação da prova e subiu na classificação geral do Campeonato Brasileiro e assumiu a liderança do Catarinense, já que Leandro Jahnel não pontuou na prova.

Outro que saiu de Braço do Norte comemorando antecipadamente o título Brasileiro foi o também capixaba Sandro Hoffmann, da categoria Over 40. Sandro teve problemas durante o fim de semana e somou apenas 20 pontos para o campeonato, mas como havia construído boa vantagem durante toda a temporada, já garantiu o título de forma antecipada. O catarinense Genoir Bruning venceu os dois dias da prova. “Apesar do vento frio, um vento que vinha da serra, só faltou nevar mesmo. Só os fortes sobreviveram, mas valeu a pena” , disse o piloto da cidade vizinha São Ludgero.

Já na Over  50, a disputa ainda ficará para a última rodada. Eduardo Gladimir Dranka, de Rio Negrinho, também venceu os dois dias de prova e diminuiu a diferença para o líder, o paranaense Péricles Dutra, que ficou com a quarta colocação na prova.

O piloto de Erechim/RS Altair Bordignon, venceu nas duas etapas do fim de semana e já assegurou o título da categoria Over 55. Na categoria Júnior, o título ficará para última rodada. Anderson Rover, também de Erechim, venceu os dois dias da prova, seguido do seu conterrâneo Pablo Zanchet. Anderson lidera o Catarinense com nove vitórias em 10 etapas disputadas.

Já entre os Novatos, Ezequiel Federle não fez uma boa prova, terminando na 15ª colocação, mas o piloto conseguiu vantagem suficiente para conquistar o título. Erasmo Schwanz, segundo colocado na classificação, ficou em terceiro na prova. Na primeira e segunda colocações na prova ficaram os gaúchos Tiago Lume e Anilson Santin. Pelo catarinense Anilson somou 50 pontos e mantém na quarta colocação da categoria. Na ponta da tabela segue Cristian Bastos.

A penúltima prova da temporada acontece no dia 11 de setembro, em Maravilha.

Confira os 10 primeiros da classificação no Campeonato Catarinense após 10 etapas:

Categpria Máster
1º Lucas Goulart, Braço do Norte, 229 pts
2º Dirlanio Lembeck, São Ludgero, 225 pts
3º Israel Westphal, Braço do Norte, 222 pts
4º Genoir Bruning, São Ludgero               , 96 pts
5º Charleu Spricigo, Pinhalzinho, 96 pts
6º Eduardo Gladimir Dranka Filho, Rio Negrinho, 89 pts
7º Márcio Luis Dalla Lana Filho, Luzerna,  76 pts
8º Tiago Andre Martins, Chapecó, 66 pts
9º Rodrigo Beal, Pinheiro Preto, 64 pts
10º Samuel Cardoso, Criciúma, 40 pts

Categpria Sênior
1º Paulo Cezar de Oliveira, Erechim/RS, 207 pts
2º Ivan Rodrigo Kuczkowski, Massaranduba, 198 pts
3º Leandro Jahnel, Cunha Porã, 195 pts
4º Wilson Wilmsen, Pinheiro Preto, 186 pts
5º Isac Luiz Cattani, Pinheiro Preto, 140 pts
6º William Müller,  São José, 93 pts
7º Marcelo Bogorny, Caçador, 88 pts
8º Laercio Delazzeri, Pinheiro Preto, 86 pts
9º Thiago Maia Martinelli, Braço do Norte, 84 pts
10º Fábio Augusto Kuiawski, Itapoá, 31 pts

Categoria Over 40
1º Nei Alexandre de Bona, Braço do Norte,  212 pts
2º Valdir Luiz Breitembach, Maravilha, 203 pts
3º Sandro Lazaron, São Lourenço do Oeste,  197 pts
4º Dário Schrull, Benedito Novo, 186 pts
5º Tailor Maffini, Erechim/RS, 174 pts
6º Valmir João Zanin, Maravilha, 168 pts
7º Luiz Carlos Ribeiro, Videira, 137 pts
8º Ricardo Zappelini Daufenbach, Gravatal, 105 pts
9º Helio do Amaral, Chapecó,  95 pts
10º Paulo Luiz Prigol, Caçador, 54 pts

Categoria Over 50
1º Mario Goulart, Braço do Norte, 230 pts
2º Leo Sanzovo, Chapecó, 205 pts
3º Humberto Cadori, Itapema,  178 pts
4º Wilmar Possamai, Blumenau, 160 pts
5º Mauro de Lima, São Bento do Sul, 146 pts
6º Edemar Nicolau Kuhn, Videira, 131 pts
7º José Carmo Kasper, Pinhalzinho, 92 pts
8º Eduardo Gladimir Dranka, Rio Negrinho, 50 pts

Categoria Júnior
1º Anderson Paulo Rover, Erechim/RS, 245 pts
2º Kleberson Rossetto, Quilombo,  185 pts
3º Maiko Max Müller, Chapecó, 184 pts
4º Cristiano Taffarel Gomes, Chapecó, 182 pts
5º Edson Antonio Flores, Chapecó, 174 pts
6º Layonn Volpato, Braço do Norte, 170 pts
7º Michel Dakmer, Videira, 92 pts
8º Micael Mauro Falchetti, Itajaí, 79 pts
9º Glauber Elicker, Caçador, 76 pts
10º Renan Cezar Dal Molin, Itapoá, 25 pts

Categoria Novatos
1º Cristian Bastos, Curitibanos, 224 pts
2º Leandro Cassiano de Moraes, Videira, 212 pts
3º Cleverson Stassun, Massaramduba, 180 pts
4º Anilson Luis Santin, Erechim/RS, 174 pts
5º Satiro R. Pereira Neto, Camboriú, 139 pts
6º Aliseu Faria, Benedito Novo, 60 pts
7º Rômulo Nora Chiarani, Pinheiro Preto, 50 pts
8º Leandro Pereira, Joinville, 36 pts
9º Diogo Schwaab, Pinhalzinho, 32 pts
10º Herivan Testoni Filho, Joinville, 31 pts

 

Apoio:

FCM

Federação Catarinense de Motociclismo

Rua Comandante José Ricardo Nunes, 79
Capoeiras - Florianópolis - SC - 88070-220
Fone: (48) 3248-1950 Fax: 3348-8681
Email: fcm.sec@gmail.com

2001-2015 Todos os direitos reservados - Proibida reprodução do conteúdo sem autorização.