Federação Catarinense de Motociclismo

Premiação dos campeões catarinenses
aconteceu em Florianópolis
Texto: Bruna Wagner - Assessoria FCM - Fotos: Racecross.com

 

A Federação Catarinense de Motociclismo (FCM), realizou na sexta (15) a entrega da premiação dos campeões catarinenses da temporada 2017. A solenidade aconteceu na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, no Auditório Deputada Antonieta de Barros, em Florianópolis. Foram homenageados também, os pilotos catarinenses que se destacaram e foram campeões em suas categorias nos campeonatos Brasileiro.

No evento, estavam presentes os pilotos de todo o Estado, que além das premiações participaram de sorteios de brindes e uma moto. Foi anunciado por Mauricio Haas, fundador do site BRMX, a parceria com a Yamaha para 2018, para o Catarinense de Motocross. A empresa irá apoiar o evento em 2018, até com sorteio de motos entre os pilotos, além de ajuda na estrutura das etapas do ano que vem.

Em 2018, o Velocross terá a abertura da temporada em fevereiro. Em março, o mês será muito movimentado, com a realizações de duas provas do Motocross, e início dos campeonatos de Enduro de Regularidade e FIM.

Segundo o presidente da FCM, Marisérgio Kons, o ano foi difícil, mas todas as etapas foram realizadas com sucesso e sempre com um bom grid de pilotos. “Santa Catarina se destacou no cenário nacional, conseguindo realizar todas as etapas das categorias e assim conseguimos o apoio da Yamaha para 2018, com a participação do Estado em seu projeto. Em 2018, teremos duas etapas do Rally Brasileiro, na serra e iremos reativar a categoria de Enduro Cross Country, com quatro etapas a ser realizadas”, conta.


Marisérgio Kons

 

Para o presidente, um campeonato para ser bom não precisa ser necessariamente extenso. “Teremos um calendário de provas para o ano de 2018, com o mesmo número de etapas das categorias, podendo sim ter o aumento de uma ou duas provas, mas precisamos pensar também nas provas nacionais e encaixar as datas no calendário, para que possamos dar espaço aos pilotos de também poder participar dessas competições com tranquilidade. Com a temporada de 2017 percebemos um acréscimo de pilotos nas modalidades, e com a abertura das filiações, já temos um bom número de participantes confirmando a presença no ano que vem, assim como a filiação de pilotos vindo de outros estados”, relata Kons.

Dario Schrull, campeão da over50 no Enduro de Regularidade comenta a temporada. “O ano foi muito bom, com etapas bem organizadas com mescla de provas no oeste e sul, com trilhas e roteiros muito bem escolhidos e também com provas a nível brasileiro. 2018 vai ser um ano muito bom, com mais pilotos voltando para a categoria e com novos surgindo”, expressa.


Campeões Regularidade

 

Lucas Gadotti, campeão da VX1 e VX2 no Catarinense, campeão da VX1 no Brasileiro e vice-campeão na VX1 e VX2 no Sul Brasileiro de Velocross, elogiou muito a organização da FCM nas provas do Estado. “Foi um ano muito bom, consegui alcançar meus objetivos, precisando me preparar muito com treinos. Consegui fazer todas as provas do Catarinense com constância e tive resultados muito bons, assim como no Brasileiro, que exige ainda mais dos pilotos por unir participantes de todo o país. No Brasileiro, nós andamos em muitas pistas de Santa Catarina, e pudemos ver a diferença de organização e estrutura entre provas do Estado e de outros lugares que corremos. A FCM conseguiu realizar grandes provas nesse ano, com uma organização impecável e um tratamento especial aos pilotos e 2018 promete ainda mais”, declara.

Leandro Lemos, conseguiu o título na VX3 e o terceiro lugar na VX1 no Sul Brasileiro, foi campeão da VX3 e vice na VX1 no Catarinense e também o primeiro lugar na VX3 no Brasileiro.  “As três competições foram diferentes uma da outra, e a que eu mais gostei de andar foram as do Sul Brasileiro, pela competitividade que foi maior. O Catarinense também foi muito bom, bem organizado. A competição está sendo levada para o rumo certo, temos que valorizar o Sul, por ser um celeiro do motociclismo no Brasil. A expectativa para 2018 é muito boa, as equipes já estão formadas, assim como os pilotos já trocaram de motos, então o campeonato tem tudo para ser muito bom e a categoria VX1 terá um brilho especial”, finaliza.  

Milton Becker, foi campeão das categorias MX3 e MX4 no Catarinense, e MX4 e MX5 no Brasileiro de Motocross. “Foi um bom trabalho no ano de 2017 no Brasileiro, espero que em 2018 possamos formar novamente uma boa equipe para quem sabe conquistar mais títulos. O Catarinense foi muito bacana, pois a FCM deu uma abertura muito grande para o diálogo entre pilotos e equipes e isso só faz com que o esporte dentro do Estado cresça, e os pilotos consigam um grande destaque a nível nacional. Santa Catarina sempre um foi um destaque no país, e já há um bom tempo o esporte no Brasil como um todo vinha sofrendo uma fase difícil, mas foi muito interessante o presidente da FCM ter aberto as portas da instituição para dialogar, fazer com que todos os apaixonados pelo motociclismo pudessem dar a sua opinião e fazer com que a temporada fosse o sucesso que foi esse ano”, revela.


Campeões Motocross

 

Os campeões dos brindes e moto do evento foram:

Moto: Israel Westphal

Jogo de pneus da Rinaldi: Daniel Folador e Ivan Barbieri

Brindes da Moto Shop Racing: Angelo Gonçalves, Aleksandro Teixeira, Vanderlei Junior, Altair Bordignon, Eduardo Dalpra, Luciano Provin, Erick Vitorassi, Jean Grosskopf e Milton Becker.


Israel Westphal - Ganhador da moto

 

As filiações ainda estão abertas e podem ser realizadas aqui. 

Apoio:

FCM

Federação Catarinense de Motociclismo

Rua Comandante José Ricardo Nunes, 79
Capoeiras - Florianópolis - SC - 88070-220
Fone: (48) 3248-1950 Fax: 3348-8681
Email: fcm.sec@gmail.com

2001-2015 Todos os direitos reservados - Proibida reprodução do conteúdo sem autorização.